---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Nova ponte será instalada na localidade de Mato Escuro, interior de Palmeira

Publicado em 31/08/2018 às 21:07 - Atualizado em 31/08/2018 às 22:21

As cabeceiras estão sendo reforçadas e preparadas para a nova ponte Baixar Imagem

As obras de adequação de trechos das Estradas Gerais do interior de Palmeira seguem a todo o vapor. Utilizando recursos oriundos de um convênio conseguido com a Secretaria Nacional de Defesa Civil, a intenção das obras é evitar que localidades do interior fiquem isoladas em caso de chuvas que causem alagamentos no Rio Canoas.

 

No âmbito destas adequações, a administração municipal conseguiu, junto à Defesa Civil, a substituição de uma ponte que ficava na localidade de Mato Escuro, no interior do município. Os trabalhos de readequação das cabeceiras já começaram e deverão estar prontos para receber a nova ponte dentro de um mês.

 

A Antiga ponte, que estava no local, apresentava grave deterioração, gerando a necessidade de ser substituída. Quando as obras terminarem e a nova ponte estiver no local, os moradores e empresas que utilizam o trecho terão mais segurança para passar pela região.

 

A prefeita Fernanda Cordova, que esteve no local vistoriando pessoalmente as obras, com o Secretário de obras do interior, Antônio Sorly de Souza, falou sobre a importância das adequações que estão sendo feitas. “Sabemos que é um transtorno e por isso precisamos da compreensão da população que passa pelo local, mas no final as obras vão melhorar a vida de todos os usuários, oferecendo mais segurança e melhores condições de tráfego para todos”, afirmou a prefeita Fernanda Cordova.

 

Período de secagem é fundamental para instalação da nova ponte

 

A nova ponte que será disponibilizada pela Defesa Civil será enviada assim que os trabalhos da nova cabeceira estiverem concluídos. Para isso, após a concretagem da estrutura, que já está montada, será necessário aguardar a secagem completa da estrutura, o que pode levar mais de vinte dias. “É primordial que os moradores saibam que o transtorno temporário vai valer à pena, pois terão segurança de verdade para transitar pela área”, finalizou a prefeita.