Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

COVID-19
Táticas e Protocolos de Segurança para casas com moradores suspeitos ou positivados com COVID19

Publicado em 20/08/2020 às 17:21 - Atualizado em 20/08/2020 às 17:26

A Covid-19 exige cuidados incessantes, que devem ser redobrados caso haja algum morador com suspeita ou infecção confirmada pelo novo Coronavírus.

Neste caso, primordial é lembrar que o afeto entre esses habitantes deve ser suspenso – há de se evitar beijos, abraços e até mesmo cumprimentos com a mão.

Assim, conheça abaixo algumas medidas de proteção que você pode implementar em sua casa, cômodo a cômodo.

 



Banheiro



O ideal seria que houvesse um banheiro exclusivo ao suspeito ou infectado pelo Coronavírus, mas sabemos que essa não é a realidade de grande parte dos brasileiros. Neste caso, uma medida essencial é não compartilhar itens como toalha de rosto, creme dental e sabonete – prefira a versão líquida.

Na hora de guardar, é importante manter à parte esses objetos, bem como toalha de banho, pente, escovas de dente e de cabelo.

A pessoa suspeita ou infectada também tem de higienizar todas as superfícies que ela utilizou, como é o caso de interruptores, maçanetas, vaso sanitário, descarga, box e torneira, inclusive a do chuveiro e seu regulador de temperatura. Pode ser com água sanitária ou álcool 70%.

 



Quarto



Caso haja apenas um dormitório na residência, o indivíduo suspeito ou diagnosticado com infecção pelo Coronavírus deve ficar isolado nesse cômodo – o restante dos moradores deve permanecer na sala ou em outro local.

O primeiro passo é deixar uma lixeira ao lado da cama, forrada com saco plástico. Quando estiver cheia, a pessoa tem de fechar a sacola e, em seguida, despejar em uma lixeira comum, que deve estar sempre fechada.

Não é demais lembrar sobre a etiqueta respiratória: tossir e espirrar em um papel higiênico ou lenço de papel descartável; na falta de ambos, deve-se fazer na parte interna do cotovelo e, em seguida, lavar os braços e as mãos.

A pessoa isolada por suspeita ou confirmação de infecção pelo Coronavírus deve trocar o próprio enxoval de cama periodicamente. Se o lençol ou outro item apresentar resquícios de secreções, ela deve manter esse item em um saco plástico até o momento da lavagem. Essas peças, após lavadas, garantem mais segurança quando deixadas para secar em local arejado.

Esse dormitório de isolamento deve permanecer 24 horas com a porta fechada, mas com a janela aberta, para haver circulação de ar e luz do sol.

Assim como no banheiro, os interruptores e as maçanetas devem ser desinfetados sempre que usados.

 



Sala



Por vezes, uma casa tem apenas um cômodo no qual todos dormem. Nesse contexto, o indivíduo com suspeita ou com confirmação da virose deve permanecer com a máscara cobrindo toda a boca e o nariz o tempo inteiro. Isso vale para todas as áreas comuns.

Além disso, ele não pode permanecer o dia todo nesse mesmo cômodo com pessoas que não contraíram a Covid-19 – a recomendação é manter, pelo menos, 2 metros de distância.

Com álcool 70% ou água sanitária, de preferência, será preciso desinfetar – várias vezes ao dia – móveis, objetos e superfícies que são tocadas constantemente: controle remoto, maçanetas, mesas, interruptores, assentos de sofá e cadeiras.

A pessoa que fizer isso precisa estar com luva, máscara, óculos para proteção e avental.
Por fim, é preciso não compartilhar o mesmo sofá ou colchão com alguém com suspeita ou confirmação da infecção.

 



Cozinha



Pias, torneiras, maçanetas, mesas e cadeiras também devem ser desinfetadas com frequência.

Se o paciente com Covid-19 for cozinhar, é preciso usar máscara cobrindo toda a boca e o nariz.
Talheres, pratos, copos e afins nunca devem ser divididos.

Com essas medidas de segurança você se protege e protege sua família.


Informações Relacionadas