Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Agricultores de Palmeira recebem orientações contra as pragas do milho

Publicado em 08/10/2021 às 21:02 - Atualizado em 08/10/2021 às 21:04


Créditos: Marcela Ramos/ Assessoria De Imprensa de Palmeira Baixar Imagem

Com o objetivo de orientar sobre a praga Cigarrinha do Milho e o complexo de enfezamentos, a Epagri de Palmeira em parceria com a prefeitura, realizou na tarde desta sexta-feira (08), uma reunião com os agricultores da localidade de Barreiros. 

O engenheiro agrônomo da Epagri, Clayton Accacio, foi o condutor da palestra, segundo ele a cigarrinha surgiu no início deste ano nas lavouras da região, porém o aumento da incidência da praga, gerou preocupação com a safra. 

“O principal dano da cigarrinha na planta do milho é a transmissão de viroses e bactérias, causadoras do enfezamento no milho, podendo causar perdas na cultura de até 100%. Atacando as plantas mais velhas e depois as mais novas, é necessário a utilização de inseticidas para o controle,” explica o agrônomo. Além de informar as características do inseto, o monitoramento da lavoura e os danos provocados pela prega, Clayton ressaltou a importância do uso do equipamento de proteção individual (EPI), na aplicação do inseticida. “Caso tenha a incidência desta praga na lavoura, é preciso fazer a aplicação do inseticida aos sete dias após a emergência da cultura com intervalos de sete a 10 dias. Mas, é preciso ter cuidado, pois, assim como todos os outros defensivos agrícolas, pode provocar sérios danos à saúde. É preciso utilizar o EPI, vestimenta, luvas, botas, máscara”, ressalta.  

Contando com a participação de 20 agricultores, a reunião ficou aberta para a explanação de dúvidas e troca de ideias. O vereador e presidente da câmara, Alcione Pereira da Cruz, o fiscal tributário, Kelvin Farias, e o secretário da agricultura, Maurício Hepsen, também compareceram à reunião. “A prefeitura tem essa parceria com a Epagri, devido à pandemia ficamos quase dois anos sem fazer as reuniões com os agricultores, mas agora retornamos. É de extrema importância eles receberem essas orientações e terem esse suporte. A agricultura é um fator contribuinte em nossa economia”, concluiu o secretário Maurício. 

No final da reunião foi ressaltado que todos os proprietários das áreas rurais façam a regularização e legalização da propriedade conforme a lei de Nº 10.267, de 28 de agosto de 2001, que será custeada pelo estado. 

 

AGENDA COMUNIDADES:

 

1 - Res4tol, São Sebastião do Canoas, Vila Bilinios, Vila Nova - De  18 a 22/10

2 - Azulão, Barreiros, Cardoso, Rio Moura - De 25 a 27/10

3 - Morro dos Bentos, Cerro Alto - De 28 à 29/10

4 - Avencal, Mato Escuro, Pereiras, Lorenço - De 01 a 12/11

5 - Sede, Lageadinho, Cerro Baio e Igarrinhas, Campo Novo - De 15 a 30/111

 

Levas os seguintes documentos: identidade e CPF. 

Documentos do terreno: Escritura, matrícula, contrato de compra e venda.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar